14 de abril de 2010

Briatore diz que há "guerra" entre pilotos na Ferrari

Ex-dirigente diz que time não está sabendo controlar ânimos de Massa e Alonso



O italiano Flavio Briatore, ex-chefe da equipe Renault e que na última segunda-feira obteve permissão oficial para voltar à F-1 a partir de 2013, analisou a situação atual da equipe Ferrari como uma guerra entre Felipe Massa e Fernando Alonso.

De acordo com Briatore, caso a escuderia italiana continue incentivando a disputa intensa entre os dois, ambos sairão perdendo, já que nenhum deles conseguirá o título.

"Em uma equipe você precisa equilibrar a competitividade entre seus pilotos", disse o ex-dirigente, sugerindo que Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, não controla os ânimos de seus competidores na equipe italiana.

"Alonso e Massa querem derrotar um ao outro, mas Domenicali precisa organizar isso", explicou o ex-chefe de Alonso na Renault, em entrevista ao canal italiano "Sky 24".

"Fernando e Felipe são dois pilotos inteligentes, mas se fizerem guerra nenhum dos dois ganhará o Mundial."

Atualmente, o piloto brasileiro lidera a classificação, seguido por Alonso, com dois pontos a menos. Apesar de a Ferrari ter afirmado diversas vezes que o tratamento dado a seus competidores é o mesmo, Briatore acredita que em algum momento haverá uma diferenciação.

"Antes ou depois, a Ferrari deve focar em um dos dois, porque em uma equipe você precisa lidar com a competitividade dos dois", completou Briatore, dizendo que, se pudesse escolher, ficaria com o bicampeão.

"Também é fato que é melhor ter dois pilotos bons do que um, sobretudo com este sistema de pontuação", finalizou o italiano.

Fonte: Tazio

Sem comentários: